quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Better late than never.


Semana passada, convidei alguns amigos para um jantarzinho informal no meu ape.
Eu sou o tipo de pessoa que adora ter amigos (verdadeiros) por perto, jogar conversa fora e dar muita risada.
Não sou muito boa na cozinha, para ser bem sincera, sou péssima e acho que a única coisa que sei fazer (muito bem) é brigadeiro e pipoca. As vezes bate aquela vontade incontrolável de fazer uma comida diferente, e aí o que me salva são os sites de culinária com receitas prontinhas e super fáceis de fazer.

Durante nossa reuniãozinha fui chamada à atenção por uma amiga, ela se chama Solange Wilvert, muitos de vocês a conhece. A Sol, como é carinhosamente chamada pelos amigos, me deu uma baita bronca, mais que merecida...
- Bruna, você separa seu lixo direitinho?
Ela perguntou se eu estava habituada a separar o lixo orgânico do lixo reciclável, e minha resposta não agradou nem a mim mesma.

Por alguns instantes senti vergonha... Não era por falta de informação, todo mundo esta por dentro do que vem acontecendo no mundo. Reciclagem, aquecimento global, desperdício de água... Todos esses são assuntos diariamente debatidos. Fiquei me questionando e não encontrei outra justificativa a não ser a preguiça.
Não jogar lixo na rua, desligar o chuveiro enquanto se ensaboa, fechar a torneira enquanto escova os dentes, não é uma contribuição com o meio ambiente e sim mais que obrigação.

Um puxão de orelha sempre é bom. A Sol, em poucas palavras, me mostrou onde eu estava errando e como poderia consertar. Ela estava coberta de razão e eu extremamente atrasada.
São algumas atitudes básicas como essas que fazem a grande diferença...

Agora cabe a mim assumir o meu erro e chamar a sua atenção para colaborar com o nosso meio ambiente. Lembrem-se, nunca é tarde para fazer o bem!!!


Importância e vantagens da reciclagem.

A partir da década de 1980, a produção de embalagens e produtos descartáveis aumentou significativamente, assim como a produção de lixo, principalmente nos países desenvolvidos. Muitos governos e ONGs estão cobrando de empresas posturas responsáveis: o crescimento econômico deve estar aliado à preservação do meio ambiente. Atividades como campanhas de coleta seletiva de lixo e reciclagem de alumínio e papel, já são comuns em várias partes do mundo.
No processo de
reciclagem, que além de preservar o meio ambiente também gera riquezas, os materiais mais reciclados são o vidro, o alumínio, o papel e o plástico. Esta reciclagem contribui para a diminuição significativa da poluição do solo, da água e do ar. Muitas indústrias estão reciclando materiais como uma forma de reduzir os custos de produção.
Um outro benefício da reciclagem é a quantidade de empregos que ela tem gerado nas grandes cidades. Muitos desempregados estão buscando trabalho neste setor e conseguindo renda para manterem suas famílias. Cooperativas de catadores de papel e alumínio já são uma boa realidade nos centros urbanos do
Brasil.
Muitos materiais como, por exemplo, o alumínio pode ser reciclado com um nível de reaproveitamento de quase 100%. Derretido, ele retorna para as linhas de produção das indústrias de embalagens, reduzindo os custos para as empresas.
Muitas campanhas educativas têm despertado a atenção para o problema do lixo nas grandes cidades. Cada vez mais, os centros urbanos, com grande crescimento populacional, tem encontrado dificuldades em conseguir locais para instalarem depósitos de lixo. Portanto, a reciclagem apresenta-se como uma solução viável economicamente, além de ser ambientalmente correta. Nas escolas, muitos alunos são orientados pelos professores a separarem o lixo em suas residências. Outro dado interessante é que já é comum nos grandes condomínios a reciclagem do lixo.
Assim como nas cidades, na zona rural a reciclagem também acontece. O
lixo orgânico é utilizado na fabricação de adubo orgânico para ser utilizado na agricultura.
Como podemos observar, se o homem souber utilizar os recursos da natureza, poderemos ter , muito em breve, um mundo mais limpo e mais desenvolvido. Desta forma, poderemos conquistar o tão sonhado
desenvolvimento sustentável do planeta.


http://www.suapesquisa.com/reciclagem/



O que reciclar?

Papel reciclável - Jornais; Folhas de papel; Sacos de embrulho; Revistas e livros sem brilho; Papel de impressora; Papel de fax; Fotocópias; Envelopes; Cartazes velhos; Caixas de cartão.

Papel não reciclável - Revistas e livros em que as páginas são brilhantes; Cartazes publicitários; Papel encerado; Papel carbono; Etiqueta adesiva; Pacotes de leite UHT e de sumos
Caixas de ovos; Papéis metalizados; Papéis plastificados; Papéis sujos; Guardanapos.

Vidro reciclável - Garrafas; Todas as embalagens de vidro.

Vidro não reciclável - Vidro das janelas; Espelhos; Lâmpadas; Cerâmica; Porcelana; Copos.

Plástico reciclável - Garrafas; Todas as embalagens em plástico; Canos e tubos.

Plástico não reciclável - Cabo de panela; Tomadas; Embalagem de biscoito; Misturas de papel, plástico e metal.

Metal reciclável - Latas de refrigerantes; Latas de conservas; Lata de alumínio.

Metal não reciclável - Embalagens sob pressão; Latas de tinta; Esponjas de aço; Canos.


Os Reciclas,
http://osreciclas.blogspot.com/



Eu e Sol.

12 comentários:

Shirley Stamou disse...

Bruna,
Adorei o post!
Sou super adepta da reciclagem, tudo aqui em casa é separadinho.
Adoro seu blog!
beijos,
Shirley
www.garotasmodernas.com

tainah* disse...

Bruna,
muiiito interessante voce
falar sobre esse assunto.
até pouco tempo eu fazia tudo errado,mas felizmente,deixei a preguiça de lado e estou agindo corretamente,rsrs..
bjs
tainah*

Yasnaya disse...

Ótimo post. Na verdade quem super se preocupa desde sempre é minha mãe. Aprendi com ela :D

xerão

xzwillianx disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
willy disse...

ei bruna adoro seu blog acompanho seu trabalho acho voce linda e uma otima modelo
da uma passada la no meu blog :D
se cuida

luto.pela.desigualdade disse...

parabéns Bruna, Sol e tds os 6 bilhões de humanos diretamente envolvidos na questão ambiental, sustentabilidade, etc... Nossa vida na Terra e posteriores gerações, depende único e exclusivamente de nossas ações em respeito ao próximo, q vai ficar. Apoio-na em tds os sentidos e parabéns pela atitude e mudança no comportamento.
Att,

Elcio dos Anjos

- Nay Barbosa. disse...

Bruna, parabens pelo blog, sempre o acompanhei e de minha parte está perdoada pelos sumiços a longo prazo. estamos cientes da correria que deve ser sua vida.
ótima questao levantada essa da reciclagem, eu particularmente nao separo papel, plastico, metal, organico, etc, apenas o que é e o que n é reciclavel. vou tentar me concertar a partir desse post. obrigada, e venha com posts interessantes assim como esse =) bjss

Anônimo disse...

Bruna!!! Adorei ler o seu post, muito interessante!
bjooos =D

Beatriz disse...

Super concordo. Mas aqui na minha cidade não tem coleta seletiva.. =/

Se a cidade não faz por onde, fica difícil separar o lixo.

Bjosss

Love & Unrest disse...

you are always cute.
thanks Bruna.

Ronny disse...

Oii Bruna adorei seu blog !! como naum poderia ser diferente pois vc continua a mesma de sempre ... provavelmente vc naum me conhece,mas eu a vi antes de sua grande subida a Fama .. eu estava no shopping cidade em Maceio-Al qndo vc desfilou,concorrendo ao concurso super model kkk minha prima tbm estava la, Daiane Lisboa provavelmente vc tbm naum lembra ...mas contudoo qro dizer-lhe q sempre q ouso falar em vc fico muito feliz por ti !! muito mesmo .
espero q sua carreira seja muito glorioso i cheia de vitorias !
bjuu ii Q Deus a abençoe sempre !!

Sp Bolsas disse...

Acho que o nosso Governo deveria investir mais na coleta seletiva de casa em casa pois não adianta muito separarmos tudo corretamente e não ter um serviço de coleta competente que deixe separado cada item. Pelo menos aqui em São Paulo você tem que andar muito pra reciclar o lixo.
SpBolsas.Com Loja Virtual de Bolsas Femininas - Bolsas Femininas